This content is not available in your region

Síria: Ajuda humanitária já chegou a cinco cidades sitiadas

Access to the comments Comentários
De  Dulce Dias  com AFP, REUTERS, AP
Síria: Ajuda humanitária já chegou a cinco cidades sitiadas

<p>Dezenas de camiões carregados de ajuda entraram, esta quarta-feira, em cinco cidades sitiadas na Síria.</p> <p>Uma operação coordenada pela <span class="caps">ONU</span>, e que leva víveres e medicamentos a populações em grande sofrimento.</p> <p>Exemplo disso é Madaya, onde, desde o início de dezembro, pelo menos 40 pessoas terão morrido literalmente de fome e de sede. Para Madaya, foi igualmente despachada uma clínica móvel.</p> <p>As cidades alcançadas pelos camiões do Crescente Vermelho estão sitiadas quer pelo regime de Damasco, como Madaya, quer pelos rebeldes, como as localidades xiitas de Foua e Kefraya, na província de Idlib.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="fr"><p lang="en" dir="ltr">Aid convoys reach four besieged areas of <a href="https://twitter.com/hashtag/Syria?src=hash">#Syria</a>. Unrestricted ongoing access urgently needed <a href="https://t.co/dpc5i9vW2F">https://t.co/dpc5i9vW2F</a> <a href="https://t.co/O3FtJdBAJ4">pic.twitter.com/O3FtJdBAJ4</a></p>— Lotte Leicht (@LotteLeicht1) <a href="https://twitter.com/LotteLeicht1/status/700064671550849024">17 Février 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>“Estamos a distribuir ajuda a um enorme número de civis: 42.000 pessoas em Madaya e Biquein, 20.000 em Kefraya e Foua, na província de Idlib e 30.000 em Mouadamiyah. A ajuda a estas cidades está a ser distribuída em simultâneo”, explicou Yacoub El Hillo, o coordenador da Ajuda Humanitária da <span class="caps">ONU</span> para a Síria.</p> <p>Zabadani, nos arredores de Damasco e Deir al-Zor, no leste da Síria, cercada pelo grupo Estado Islâmico, estão igualmente na lista das cidades que devem receber ajuda nos próximos dias.</p> <p>O acesso da ajuda a mais de 40 cidades cercadas é uma das condições impostas pela oposição síria para retomar o diálogo de paz.</p> <p>Responsáveis russos e norte-americanos vão reunir-se na sexta-feira para discutir a implementação do cessar-fogo, a partir do fim de semana.</p> <p>Segundo a <span class="caps">ONU</span>, na Síria, quase meio milhão de pessoas vive, atualmente, em zonas sitiadas e mais de quatro milhões e meio encontram-se em zonas de difícil acesso.</p>