Última hora

Última hora

Itália e França enviam recados à UE e à Turquia em Veneza

Em Itália, esta terça-feira, François Hollande e Matteo Renzi, acertaram agulhas e enviaram recados. O presidente francês aos restantes

Em leitura:

Itália e França enviam recados à UE e à Turquia em Veneza

Tamanho do texto Aa Aa

Em Itália, esta terça-feira, François Hollande e Matteo Renzi, acertaram agulhas e enviaram recados. O presidente francês aos restantes Estados-membros da União Europeia, o Primeiro-ministro italiano, e depois do acordo de segunda-feira, à UE mas também à Turquia. Um acordo que não altera os factos:

“Estamos muito felizes por fazermos todos os esforços para escrever uma nova página nas relações entre a Turquia e a União Europeia, mas, ao mesmo tempo, dizemos, com grande clareza e força, que a liberdade de imprensa é um valor extraordinário para a França, Pátria da Declaração de Direitos Humanos, para Itália e para todos os homens e mulheres que acreditam nos valores fundadores da União Europeia”, adiantou Renzi.

“A luta contra o terrorismo presume que tomemos decisões a nível europeu. Elas foram tomadas é preciso implementá-las. Cada país deve esforçar-se. Deve haver partilha de informação”, afirmou Hollande.

Na 33ª cimeira Itália-França, que decorreu em Veneza, o presidente francês e o primeiro-ministro italiano concordaram que a Líbia precisa de um governo de unidade nacional e assinaram ainda um polémico acordo que pretende remover os últimos obstáculos à realização de uma linha de alta velocidade entre Lyon e Turim.