Última hora

Última hora

Bruxelas: Solidariedade resiste à noite

Já bem pela noite dentro, residentes da capital belga continuaram a concentrar-se na Praça da Bolsa, para mostrar solidariedade com as vítimas do

Em leitura:

Bruxelas: Solidariedade resiste à noite

Tamanho do texto Aa Aa

Já bem pela noite dentro, residentes da capital belga continuaram a concentrar-se na Praça da Bolsa, para mostrar solidariedade com as vítimas do terrorismo e demonstrar não recear o terrorismo.

De acordo com as autoridades, pelo menos 31 pessoas morreram e 270 ficaram feridas. Mas o número de vítimas mortais pode ainda aumentar.

“Hoje viemos aqui em grande número para dizer não ao terrorismo e que estamos solidários com as pessoas que perderam familiares, porque isso pode acontecer a toda a gente! Podemos ser nós, os nossos filhos, os nossos pais. Por isso, viemos aqui para dizer não ao ódio, stop ao terrorismo e para dizer que o terrorismo não tem religião”, diz um homem.

Horas antes, a família real visitou os locais devastados pelas bombas – a estação do Metro Maelbeek e o Aeroporto Zaventem – e esteve também num hospital militar onde se encontram alguns feridos.

O Rei Filipe e a Rainha Matilde respeitaram igualmente um minuto de silêncio na sede da Comissão Europeia.