Última hora

Última hora

Johann Cruyff, quem é maior que o futebol nunca perde

Aos 68 anos de idade, Johann Cruyff despediu-se deste mundo mas no mundo do futebol o seu nome viverá para sempre. O holandês marcou uma era quer

Em leitura:

Johann Cruyff, quem é maior que o futebol nunca perde

Tamanho do texto Aa Aa

Aos 68 anos de idade, Johann Cruyff despediu-se deste mundo mas no mundo do futebol o seu nome viverá para sempre. O holandês marcou uma era quer como futebolista, quer como treinador e o seu cérebro futebolístico fez dele, provavelmente, a figura mais influente na história do desporto rei.

Dentro das quatro linhas, Cruyff levou o então pequeno Ajax à glória europeia, com três vitórias na Taça dos Campeões. O futebol total de Rinus Michels tinha no génio holandês o seu expoente máximo e ao serviço da seleção conseguiu uma proeza ainda mais difícil que sagrar-se campeão do mundo: permanecer na memória coletiva mesmo sem vencer.

Se a história tem por hábito recordar apenas os vencedores, a laranja mecânica de 1974 veio provar que há equipas que transcendem as vitórias e derrotas.

A influência de Cruyff não se perdeu depois de pendurar as botas, antes pelo contrário. A partir do banco de suplentes voltou a revolucionar o futebol.

Venceu a Taça das Taças pelo Ajax e conquistou a primeira Taça dos Clubes Campeões Europeus da história do Barcelona mas mais importante que as suas conquistas, foi o seu legado.

Cruyff lançou as bases do futebol de posse, do vendaval ofensivo que viria a ser imagem de marca do Barcelona e que continuar a encantar os adeptos nos dias que correm.

O mundo do futebol até pode chorar a sua morte mas o seu futebol é imortal.

Johan #Cruijff, de allergrootste…

Posted by AFC Ajax on Thursday, 24 March 2016