Última hora

Motorista da Uber acusado de assassinato interrompe audição de testemunha

Acusado de matar, num tiroteio, seis pessoas e de ferir outras duas em Kalamazoo, no estado norte-americano do Michigan, o motorista da plataforma “Uber”, Jason Dalton, interrompeu a audição, em tribu

Em leitura:

Motorista da Uber acusado de assassinato interrompe audição de testemunha

Tamanho do texto Aa Aa

Acusado de matar, num tiroteio, seis pessoas e de ferir outras duas em Kalamazoo, no estado norte-americano do Michigan, o motorista da plataforma “Uber”, Jason Dalton, interrompeu a audição, em tribunal, de uma das testemunhas.

Esta sexta-feira, Tiana Carruthers, uma das vítimas alvejada por Dalton a 20 de fevereiro, acabou por se mostrar visivelmente perturbada. Sucumbiu às palavras de Dalton, que verbalizou múltiplos comentários, e desabou em lágrimas.

O acusado continuou a proferir impropérios, mesmo depois de ser chamado à atenção pelo juíz.

Instantes mais tarde foi expulso. A audição foi retomada e Dalton assistiu através de uma ligação de vídeo a partir da prisão do condado de Kalamazoo.