Última hora

Em leitura:

Liga Portuguesa, J2: Sporting e FC Porto vencem, Setúbal "trava" Benfica

Desporto

Liga Portuguesa, J2: Sporting e FC Porto vencem, Setúbal "trava" Benfica

Publicidade

Duelo de Alvalade precedido por triunfos pela margem mínima. Adrien Silva marcou pelos “leões” em Paços de Ferreira, André Silva (foto em cima) pelos “dragões” diante do Estoril. “Águias” atrasam-se com empate na Luz.


O Vitória de Setúbal foi ao Estádio da Luz, domingo, à noite arrancar um precioso empate ao bicampeão nacinal, o Benfica. As “águias” dominaram o encontro, criaram diversdas oportunidades, mas esbarraram num guarda-redes inspirado, curiosamente, Bruno Varela, jogador dispensado por Rui Vitória no início desta época e que ingressou a título definitivo nos sadinos.


Sem André Almeida, Luisão, Jonas ou Jardel, todos lesionados, o jogo marcou a estreia de André Carrillo de “águia” ao peito, mas nem o peruano ajudou. O Setúbal marcou pelo central Frederico Venâncio na sequência de um lance de bola parada. O Benfica empatou de penálti, pelo mexicano Raúl Jimenéz, após derrube de Nuno Pinto a Gonçalo Guedes. Os sadinos seguraram o empate e somam 4 pontos, tantos quanto o Benfica.

No sábado, a Sporting e FC Porto bastaram serviços mínimos para somarem ambos a segunda vitória na Liga portuguesa. Com duelo marcado para Alvalade na próxima ronda, os “leões” visitaram Paços de Ferreira e os “dragões” receberam o Estoril.

A equipa de Jorge Jesus contou com o regresso de Islam Slimani, após castigo, mas viu-se privada de João Mário por motivos ainda por esclarecer, mas que poderão estar relacionados com a iminente saída do médio para o Inter de Milão.


O avançado argelino, também com a porta de saída entreaberta, esteve uma sombra do “matador” da época passada e teve de ser o capitão Adrien Silva a resolver sobre o intervalo.

O Sporting revelou falta de dinâmica no miolo e pouco talento na frente, controlou o jogo e deixou a Mata Real com o mais importante: os 3 pontos.

O FC Porto recebeu o Estoril e teve de suar para ultrapassar a consistente defesa “canarinha”. Os “dragões” dominaram a toda a linha, mas só aos 84 minutos chegaram ao golo pelo já inevitável André Silva. O jovem avançado continua de pé quente e em 3 jogos oficiais soma 3 golos.


Os portistas jogam terça-feira em Roma, a segunda mão da 3.a pré-eliminatória da Liga dos Campeões (1-1, na primeira mão, no Dragão) e no domingo visitam o Sporting. “Dragões” e “leões” somam, para já, 6 pontos.

Primeiro nulo da época foi no Restelo


A jornada 2 abriu sexta-feira com o primeiro nulo da temporada. Belenenses e Boavista não encontraram o caminho do golo. Os “azuis” somaram o primeiro ponto neste campeonato, os “axadrezados” ainda não perderam.

Na manhã de sábado, no Funchal, num jogo precedido por uma homenagem aos bombeiros da Madeira, o Marítimo foi surpreendido pelo Guimarães. Os vimaranenses reagiram à derrota caseira da primeira jornada com o Braga e venceram (2-0) fora. Os insulares somam 2 derrotas, 4 golos sofridos e zero marcados.

Na estreia em casa neste regresso ao primeiro escalão, o Desportivo de Chaves empatou em casa (1-1) com o Tondela.

A 2.a jornada prosseguiu domingo com o triunfo do Moreirense em Santa Maria da Feira, o mais folgado até ao momento na presente edição da Liga portuguesa: 0-3. Pouco depois, o Arouca recebeu e venceu o Nacional, por 2-0. A equipa de Jorge Vidigal conquistou os primeiros pontos em vésperas de ir a Atenas discutir com o Olympiakos a entrada na fase de grupoos da Liga Europa.

No fecho da ronda, o Rio Ave remou contra a maré atacante e, na pedreira de Braga, surpreendeu a equipa de José Peseiro no primeiro remate que fez à baliza: Pedro Moreira marcou aos 40 minutos após lance de Heldon pela direita. Já nos descontos, os arsenalistas empataram, por Stojiljkovic. Os vila-condenses conquistaram o primeiro ponto na Liga; o Braga soma 4, após estreia no campeonato com um triunfo em Guimarães.

Destaque da Semana:


André Silva, 20 anos
O jovem avançado do FC Porto está de pé quente. Depois de uma pré-época a marcar golo atrás de golo, o número 10 dos “dragões” marcou em cada um dos 3 jogos oficiais já realizados pela equipa de Nuno Espírito Santo, incluindo a primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, a receção à AS Roma. Em resultado do bom inícioo de época, logo após o jogo deste sábado com o Estoril, o FC Porto anunciou a renovação de contrato de André Silva, por mais cinco temporadas. O novo vínculo prolonga-se até 2021 e está protegido por uma cláusula de rscisão de 60 milhões de euros.

Perfil de André Silva no site do FC Porto: “Proveniente do Salgueiros, o dono da camisola dez azul e branca, que tem Deco como ídolo de infância, chegou em 2010/11 ao Dragão onde completou a sua formação como jogador. Na época passada foi promovido à equipa principal portista, tendo marcado três golos, dois dos quais na final da Taça de Portugal, tendo-se também destacado na Ledman LigaPro, com 15 golos em 31 jogos pelo FC Porto B e as distinções de melhor jogador e jogador revelação da competição”

Artigo seguinte