Última hora

Em leitura:

Itália: Sismo deixou cidades quase completamente arrasadas

mundo

Itália: Sismo deixou cidades quase completamente arrasadas

Publicidade

Pelo menos 73 pessoas morreram em consequência do sismo que esta madrugada atingiu o centro de Itália, segundo um balanço oficial provisório.

As localidades mais afetadas são Amatrice, Accumoli, Pescara del Tronto e Arquata del Tronto.

O centro histórico de Amatrice ficou quase completamente arrasado. Sergio Pirozzi, o autarca local, afirmou que metade da localidade já não existe e que há muitas pessoas debaixo dos escombros.

Em Accumoli, o mesmo cenário de destruição. Há muitas pessoas debaixo das ruínas e é ainda impossível calcular o número total de feridos. A Proteção Civil italiana receia que o número de vítimas mortais aumente, à medida que as equipas de resgate consigam remover os escombros das habitações destruídas.

O sismo ocorreu às 03h36 da madrugada (02.36 horas em Portugal continental), a sudeste de Núrsia, cidade da província de Perugia, com o epicentro a quatro quilómetros de profundidade segundo o Instituto Nacional de Geofísica de Itália. De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que monitoriza a atividade sísmica mundial, o terramoto registou 6,2 de magnitude na escala de Richter.

O Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia italiano registou cerca de 160 réplicas no centro do país, após o abalo inicial.

As réplicas fizeram sentir-se em Roma, a 170 quilómetros de distância do epicentro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte