Última hora

Em leitura:

Incêndio em armazém de Moscovo mata 17 imigrantes do Quirguistão

mundo

Incêndio em armazém de Moscovo mata 17 imigrantes do Quirguistão

Publicidade

Um incêndio deflagrou este sábado de manhã num armazém de Moscovo, matando pelo menos 17 pessoas, revelou o autarca da capital da Rússia, Sergey Sobyanin.

Por sua vez, à estação de televisão Rússia24, o ministro russo das Situações de Emergência contou que pelo menos 12 pessoas foram resgatadas com vida pelas equipas de socorro.

A agência de notícias russa TASS falou com o responsável pela gestão de emergências em Moscovo. Ilya Denisov confirmou que as vítimas do fogo eram imigrantes oriundos do Quirguistão que trabalhavam e viviam no armazém, com contrato de trabalho.

Foi já aberta uma investigação pelas autoridades. A primeira teoria avançada é de que o fogo poderá ter começado pelas oito horas da manhã devido a uma lâmpada avariada, no primeiro andar do armazém, onde estariam armazenados diversos produtos inflamáveis.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte