Última hora

Em leitura:

G20: Síria e mudanças climáticas em destaque na cimeira na China

mundo

G20: Síria e mudanças climáticas em destaque na cimeira na China

Publicidade

Arranca este domingo a cimeira dos chefes de Estado e de governo do G20 na China. A situação na Síria, a recuperação económica e as mudanças climáticas são os grandes temas que devem ser debatidos pelos líderes mundiais na cidade de Hangzhou.

Esta cimeira começa com um sinal positivo: a China e os Estados Unidos, que em conjunto, são responsáveis por cerca de 40% das emissões mundiais de gases com efeito estufa, decidiram ratificar o acordo alcançado durante a conferência de Paris (COP21), no ano passado. e Paris sobre as alterações climáticas.

Destaque ainda para a despedida de Barack Obama, que vai reunir-se pela última vez com o presidente chinês Xi Jinping.

O G20, que representa cerca de 80% da economia mundial, reúne 19 membros permanentes (Argentina, Austrália, Alemanha, África do Sul, Arábia Saudita, Brasil, Coreia do Sul, Canadá, China, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Rússia, Turquia, Reino Unido) mais a União Europeia enquanto bloco. Em Hangzhou há oito países convidados: Chade, Cazaquistão, Egito, Espanha, Laos, Senegal, Singapura e Tailândia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte