Última hora

Em leitura:

Nova noite de violência em Charlotte

mundo

Nova noite de violência em Charlotte

Publicidade

O governador da Carolina do Norte decretou o estado de emergência na cidade de Charlotte, palco de protestos que degeneraram em violência na sequência da morte de um afro-americano, baleado pelas autoridades.

Uma hora depois de anunciar a morte de um manifestante, atingido esta noite por um tiro durante os distúrbios, a autarquia de Charlotte corrigiu a informação no Twitter, precisando que o civil em questão “não faleceu”, mas encontra-se hospitalizado “em estado crítico”. Também segundo a autarquia, a pessoa em questão não foi alvejada pelas autoridades, que apenas terão recorrido a balas de borracha e gás lacrimogéneo.

Os manifestantes estão convencidos de que, na terça-feira, Keith Lamont Scott, de 43 anos, foi vítima de abuso policial, mas as autoridades garantem ter aberto fogo depois do homem recusar largar uma arma. Testemunhas dizem que tinha apenas um livro na mão.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte