This content is not available in your region

Irão e Rússia assinam memorando de entendimento para estudar viabilidade de 2 campos de petróleo.

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com REUTERS, APTN, WSJ
Irão e Rússia assinam memorando de entendimento para estudar viabilidade de 2 campos de petróleo.

<p>O Irão prossegue os esforços para desenvolver a sua capacidade de produção petrolífera. A Companhia Nacional de Petróleo do Irão (<span class="caps">NIOC</span>) e o gigante russo Gazprom assinaram, esta terça-feira, um <a href="http://www.reuters.com/article/russia-iran-energy-rosneft-oil-idUSL5N1E82D1">memorando de entendimento para a realização de estudos sobre a viabilidade de desenvolvimento da extração em dois campos de petróleo na região oeste do país</a>.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-cards="hidden" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Gazprom Signs Oil Deal With Iran as Russians Return in Force – Bloomberg <a href="https://t.co/XM4zcdvTzU">https://t.co/XM4zcdvTzU</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/oil?src=hash">#oil</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/gas?src=hash">#gas</a></p>— Oil & Gas News (@oilgasdeals) <a href="https://twitter.com/oilgasdeals/status/808681678889713664">December 13, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Sobre os recentes acordos para cortar na produção, o ministro do Petróleo do Irão, Bijan Namdar Zanganeh, afirma que “a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (<span class="caps">OPEP</span>) e os países não-membros da <span class="caps">OPEP</span> chegaram à conclusão que, para manter o mercado saudável e restabelecer o equilíbrio entre a oferta e a procura, têm de manter um papel ativo. O mercado sentiu isso é há uma verdadeira vontade de restabelecer esse equilíbrio”, concluiu.</p> <p>O Irão, que ficou isento dos cortes acordados na <span class="caps">OPEP</span> e até pode aumentar a produção, assinou na semana passada <a href="http://www.wsj.com/articles/iran-says-shell-to-agree-to-develop-oil-field-1481099100">uma parceria com a Shell para o desenvolver, no futuro, projetos na área do gás e do petróleo</a>. As grandes multinacionais estão progressivamente a regressar ao Irão apesar dos receios que Donald Trump rompa o acordo sobre o nuclear.</p>