Última hora

Em leitura:

Conselho de Segurança da ONU aprovou envio de observadores para Alepo


Síria

Conselho de Segurança da ONU aprovou envio de observadores para Alepo

O Conselho de Segurança da ONU aprovou por unanimidade, esta terça-feira, uma resolução que prevê o envio de observadores para a cidade síria de Alepo, com a missão de monitorizar a retirada da população e dos combatentes da oposição.

Os 15 países membros daquele organismo chegaram a acordo sobre uma resolução de compromisso (Resolução 2328), depois da Rússia ter ameaçado vetar o texto original apresentado pela França.

De acordo com o documento final, o pessoal humanitário da ONU que já está no terreno irá monitorizar o processo de evacuação do leste de Alepo, a fim de assegurar a proteção das pessoas e evitar possíveis abusos.

O texto refere a importância de “assegurar a passagem voluntária, segura e digna de todos os civis dos distritos do leste de Alepo, e outras áreas, para o destino da sua escolha, sob a supervisão e coordenação das Nações Unidas e de outras instituições relevantes”.

Cabe ao Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, tomar “medidas urgentes” para implementar o controlo (..) em consulta com as partes interessadas”, acrescenta a resolução.

Essa consulta com as partes era essencial para a Rússia, que argumentou que qualquer iniciativa nesta área deverá ser coordenada com o regime sírio.

O embaixador francês para as Nações Unidas, François Delattre, disse que estão estabelecidas as bases “para evitar novas atrocidades em massa no leste de Alepo”.