Última hora

Última hora

3 mil euros de multa suspensa para agricultor francês que ajuda migrantes

O agricultor francês Cédric Herrou, acusado de ajudar migrantes em situação ilegal em França, foi condenado a uma multa suspensa de 3 mil euros.

Em leitura:

3 mil euros de multa suspensa para agricultor francês que ajuda migrantes

Tamanho do texto Aa Aa

O agricultor francês Cédric Herrou, acusado de ajudar migrantes em situação ilegal em França, foi condenado a uma multa suspensa de 3 mil euros. A Procuradoria de Nice pedia oito meses de pena suspensa, invocando um comportamento abusivo face à imunidade penal concedida àqueles que forneçam “uma ajuda humanitária desinteressada”.

Várias organizações, como a Amnistia Internacional e os Médicos do Mundo, apelaram a manifestações de apoio ao agricultor de 37 anos. A Amnistia Internacional salientou que quase todos os migrantes que alcançam o sudeste francês são reenviados sistematicamente para solo italiano, sem que seja tido em conta o seu contexto pessoal, nem a possibilidade de pedido de asilo.

Herrou tem destacado o caso de menores sem família nesta situação e afirma que vai continuar a fornecer ajuda. As autoridades da região dos Alpes Marítimos acusavam-no de acolher migrantes em sua casa, de ajudar dezenas de eritreus a instalarem-se num edifício desafetado e de facilitar o transporte de Itália para França.

Muitos dos seus apoiantes empunhavam cartazes à porta do tribunal de Nice, esta sexta-feira, denunciando que Herrou está a ser sancionado pelo “delito de solidariedade”.