Última hora

Última hora

Hollande visita subúrbios de Paris depois de tumultos

A agressão policial a um jovem está na origem da mais recente onda de manifestações violentas na periferia parisiense.

Em leitura:

Hollande visita subúrbios de Paris depois de tumultos

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de vários dias de tumultos nos subúrbios de Paris, foi debaixo de gritos de “polícia, assassinos” que o presidente francês François Hollande foi recebido em Aubervilliers, uma das cidades da periferia da capital palco de atos violentos nos últimos dias. As manifestações foram desencadeadas pela agressão a um jovem por parte de um grupo de polícias, durante um controlo.

Point of view

Quando há manifestações - em França existe o princípio da liberdade de manifestação - isso não significa uma autorização para destruir.

François Hollande Presidente de França

“Não há vida em comunidade se não houver respeito. O respeito que estes jovens merecem quando são alvo de controlos policiais ou quando são confrontados com situações violentas”, disse o presidente. Se Hollande pede respeito da polícia para com os jovens, o contrário também se aplica: “Devemos respeito às instituições, incluindo à polícia e ao sistema judiciário. Devemos mostrar respeito pela propriedade, pública ou privada. Quando há manifestações – em França existe o princípio da liberdade de manifestação – isso não significa uma autorização para destruir”.

Há uma semana, Hollande visitou Théo, o jovem alvo da agressão por parte dos polícias. Théo foi agredido, sodomizado com um bastão e alvo de insultos racistas. Os polícias envolvidos no caso foram já constituídos arguidos, um deles por violação.