Última hora

Última hora

Banco de Inglaterra revê em baixa crescimento da economia

Em leitura:

Banco de Inglaterra revê em baixa crescimento da economia

Tamanho do texto Aa Aa

O Banco de Inglaterra cortou as perfectivas de crescimento da economia britânica para este ano de 2 para 1,9% e manteve inalterada em 0,25% a taxa de juro no Reino Unido.

Segundo o governador, Mark Carney, estima-se que a taxa de inflação, atualmente em 2,3%, pode chegar aos 2,8%, no final do ano, contra o objetivo de 2%.

No primeiro trimestre do ano, o Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu 0,3%, abaixo do esperado, devido em parte à depreciação da libra, que provocou um aumento da inflação e uma contração da procura interna.

“Este será um período mais desafiador para as famílias britânicas. O crescimento do rendimento real, para usar a nossa terminologia, será negativo. Para usar a delas, os salários não vão acompanhar os preços dos bens e dos serviços que consomem”, informa Mark Carney.

Perante o iminente arranque das negociações do “Brexit”, a economia britânica começa a apresentar sinais de desaceleração depois do inesperado bom desempenho em 2016, quando cresceu 1,8%.