Última hora

Em leitura:

Brasil: Temer apanhado em gravação a aprovar subornos


Brasil

Brasil: Temer apanhado em gravação a aprovar subornos

O presidente do Brasil, Michel Temer, está em muito maus lençóis depois de ter sido apanhado, numa gravação, a autorizar subornos pagos ao antigo presidente da Câmara os Deputados, Eduardo Cunha. A gravação é um golpe para o homem que substituiu Dilma Rousseff na chefia do Estado, depois da destituição.

O escândalo foi revelado pelo jornal O Globo, segundo o qual a gravação foi feita pelos donos da JBS, uma empresa produtora de proteína animal indiciada no processo Lava Jato, tal como Cunha, que acabaria por ser destituído e mais tarde detido. Ele que foi o principal arquiteto do processo de impugnação a Dilma Rousseff. Segundo o artigo, Temer terá oferecido dinheiro pelo silêncio de Cunha em casos comprometedores. Em São Paulo, os opositores ao presidente saíram à rua.

Temer apressou-se a desmentir as notícias avançadas pelo jornal, através de um comunicado oficial. Mas a transcrição da conversa entre o presidente e o patrão da JBS, Joesley Batista, parece comprovar os subornos. O Brasil pode vir a passar por uma situação inédita – um novo processo de destituição do presidente, um ano depois do que afastou Dilma Rousseff do Palácio do Planalto.


Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

EUA

Ex-chefe do FBI nomeado para investigar Trump