Última hora

Em leitura:

Iraque: A última ofensiva para reconquistar Mossul


Iraque

Iraque: A última ofensiva para reconquistar Mossul

As forças iraquianas iniciarem, este domingo, mais uma ofensiva para erradicar os militantes do autoproclamado Estado Islâmico da cidade de Mossul.

Segundo um comunicado de Bagdade, as forças que englobam o exército, a agência de contraterrorismo e a polícia federal, esperam que esta operação seja a última da ofensiva, que começou há oito meses e que tem por objetivo expulsar o Daesh do país.

“A situação está a desenrolar-se de acordo com o planeado mas, devido à contínua derrota dos criminosos dos Daesh, eles começaram a adotar medidas e métodos… Usando os civis para se protegerem. Portanto, a prioridade das forças iraquianas é abrir mais corredores seguros mais do que avançar no terreno. O principal é salvar as pessoas do Daesh”, assegura o porta-voz do Ministério da Defesa do Iraque, Mohammed al-Khodari.


Segundo as últimas estimativas das Nações Unidas, mais de 100 mil pessoas continuam e Mossul, o último bastião do grupo Estado Islâmico no Iraque.

Desde outubro, as forças iraquianas, apoiadas pelos Estados Unidos têm em marcha uma ofensiva para expulsar o Daesh da antiga capital iraquiana, controlada pelos jihadistas desde 2014.