Última hora

Subiu para 64 o número de mortos, vítimas do incêndio que lavra há quatro dias na região de Leiria.

70% do fogo está dominado, segundo os bombeiros, mas os 30% que faltam significam ainda muito trabalho e riscos.

De acordo com a Proteção Civil, à meia-noite lavravam 75 incêndios em território português, com 1140 bombeiros, 14 meios aéreos e 375 viaturas no terreno.

A União Europeia promete 95% de ajuda à reconstrução das zonas sinistradas, mas os portugueses exigem ao governo medidas que impeçam as chamas de continuarem a ceifar vidas e a repetição de imagens como as que temos visto.