Última hora

Última hora

Contatação ilegal de migrantes na Itália

Polícia de Itália desmantela esquemas de exploração de migrantes em trabalho agrícola. Ganhavam trinta euros por 12 horas de trabalho, detenções e denúncias por contratação ilegal

Em leitura:

Contatação ilegal de migrantes na Itália

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia italiana prendeu esta terça-feira dez pessoas e indiciou outras 24, por contratação ilegal e exploração de trabalhadores agrícolas.

Uma vasta operação policial em todo o país, realizada por equipas da brigada nacional anti-crime em coordenação com a Inspeção Territorial do Trabalho.

No decurso desta operação, foram detetadas vários empreendimentos agrícolas que recorriam a esquemas de contratação ilegal de migrantes. Estes recebiam 30 euros por 12 horas de trabalho diárias, ou seja, dois euros e meio à hora. Mão de obra de várias origens: a polícia encontrou paquistaneses, bengalis, centro-africanos, romenos, albaneses, indianos, mas também italianos.

Mais de uma centena de trabalhadores, a habitar em situações precárias, sem condições básicas de higiene. Um grupo de 13 pessoas vivia no atrelado de um camião, sob uma cobertura de lona.

Esta é a segunda fase de uma operação que controlou uma totalidade de 867 pessoas e 77 empresas em todo o país.