This content is not available in your region

Contra-ataque aos "leaks" em Washington

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Contra-ataque aos "leaks" em Washington

<p>É o contra-ataque da Casa Branca às fugas de informações confidenciais no governo. O Procurador-geral norte-americano, Jeff Sessions, anunciou que equaciona rever a política sobre jornalistas e as fontes para os obrigar a revelar a origem de informação confidencial.</p> <p>Sessions deixa em aberto a possibilidade de perseguir judicialmente os jornalistas.</p> <p>“É importante que o povo americano e aqueles que pensam que divulgar informação confidencial ou sensível saibam que os criminosos que tem acesso às nossa informação mais confidencial para colocar em perigo a nossa segurança nacional estão de facto ser investigados e serão processados”, declarou.</p> <p>Sessions revelou também que 4 pessoas já foram processadas e que o departamento de Justiça “triplicou o número de investigações ativas”.</p> <p>Os críticos falam já num possível ataque à liberdade de imprensa.</p> <p>Desde que Donald Trump tomou posse da presidência dos Estados Unidos, foram inúmeras as fugas de informações. As últimas foram as transcrições integrais de conversas de Trump com o Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, e com o primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull.</p>