Última hora

Última hora

Milhares combatem as chamas em Portugal

De acordo com a Autoridade portuguesa de Proteção Civil, há mais de 5000 operacionais a combater as chamas.

Em leitura:

Milhares combatem as chamas em Portugal

Tamanho do texto Aa Aa

As chamas não dão descanso aos milhares de bombeiros que combatem os incêndios em Portugal.

De acordo com a Autoridade portuguesa de Proteção Civil, há mais de 5000 operacionais a combater as chamas e registaram-se 43 ocorrências no período noturno. O fogo no concelho de Abrantes, no distrito de Santarém é o mais preocupante.

Há registo de 16 feridos.

Cinco pessoas tiverem de ser realojadas depois de uma casa na Aldeia do Mato, a localidade onde começou o incêndio, na quarta-feira, ter sido consumida pelas chamas.

Segundo a agência Lusa, seis aldeias tiveram de ser evacuadas por precaução.

Mais de 700 bombeiros, apoiados por mais de 200 viaturas e vários meios aéreos combatem as chamas que, durante a manhã desta sexta-feira, davam sinal de estarem a abrandar.


Outra situação, que preocupa as autoridades, é o incêndio no concelho de Grândola, no distrito de Setúbal, que começou na quinta-feira à tarde.

As chamas e o fumo obrigaram a interromper a circulação da Linha Ferroviária do Sul, no entanto, já foi retomada durante a noite.

Devido aos baixos níveis de humidade e às temperaturas elevadas, a Proteção Civil mantém em Alerta Laranja, os 18 distritos Portugal continental.