This content is not available in your region

Serra Leoa enterra 400 vítimas das inundações e deslizamentos de terra

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Serra Leoa enterra 400 vítimas das inundações e deslizamentos de terra

<p>As vítimas que sucumbiram a uma das piores catástrofes naturais na Serra Leoa começaram a ser enterradas.</p> <p>As cerca de 400 campas escavadas na terra vermelha e alinhadas em Waterloo não serão suficientes para os corpos que as inundações e deslizamentos de terra em Freetown, a capital do país, fizeram no início da semana: o número de vítimas calcula-se que ascenda ao milhar, segundo a Cruz Vermelha, com cerca de 600 desaparecidos. </p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">I join the people of <a href="https://twitter.com/hashtag/SierraLeone?src=hash">#SierraLeone</a> in mourning those lost in the recent mudslides. Read my full statement here: <a href="https://t.co/ik7LH7emeC">https://t.co/ik7LH7emeC</a> <a href="https://t.co/jHkTxkXVqr">pic.twitter.com/jHkTxkXVqr</a></p>— Kofi Annan (@KofiAnnan) <a href="https://twitter.com/KofiAnnan/status/898104105318715393">August 17, 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>À cerimónia fúnebre assistiram o presidente de Serra Leoa e a presidente da vizinha Libéria. Muitos dos mortos não foram identificados, pela urgência de fazer face a qualquer problema de saúde pública com origem nas centenas de cadáveres.</p> <p>Residentes e especialistas criticam a ineficácia das autoridades face à desarborização maciça e urbanismo desenfreado como factores de ampliação da catástrofe.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Flooding in Freetown, Sierra Leone <a href="https://t.co/2g6zEVdkbC">pic.twitter.com/2g6zEVdkbC</a></p>— Francis Reffell (@francisreffell) <a href="https://twitter.com/francisreffell/status/897078005868220416">14 de agosto de 2017</a></blockquote><br /> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p>