Última hora

700 presidentes de Câmara da Catalunha desafiam Governo espanhol

Mais de 700 presidentes de Câmara da Catalunha foram recebidos pelo presidente do Governo catalão, Carles Puigdemont, no Palau de la Generalitat, sábado, para mostrar apoio ao referendo.

Em leitura:

700 presidentes de Câmara da Catalunha desafiam Governo espanhol

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 700 presidentes de Câmara da Catalunha foram recebidos pelo presidente do Governo catalão, Carles Puigdemont, no Palau de la Generalitat, sábado, para mostrar apoio ao referendo.

A ação aconteceu após o Ministério Público ter ordenado uma investigação aos presidentes de Câmara por cooperarem com o referendo sobre a independência daquela região.

Os autarcas que apoiam o referendo consideram que as instituições espanholas estão a ir longe demais, os que são contra a independência consideram um erro o facto de Puigdemont ter dito aos catalães para questionarem os autarcas que não disponibilizam espaços para a colocação das urnas.

A coligação pró-independência que governa a comunidade autónoma da Catalunha quer realizar o referendo sobre a independência a 01 de outubro, apesar da proibição das autoridades nacionais, e pediu aos 947 presidentes de Câmara que forneçam instalações para a realização do escrutínio.

A campanha para o referendo catalão, considerado ilegal pelo Tribunal Constitucional, acaba de começar. A tensão entre o Governo espanhol, as instituições judiciais e o Governo da Catalunha, juntamente com os municípios, aumenta dia a dia.