Última hora

Macron e Merkel prometem reavivar União

O investimento e regulação da economia digital era o pretexto, mas a cimeira extraordinária da União Europeia, na Estónia foi, sobretudo, uma discussão sobre as crises existentes, incluindo na região espanhola da Catalunha.

Em leitura:

Macron e Merkel prometem reavivar União

Tamanho do texto Aa Aa

O investimento e regulação da economia digital era o pretexto, mas a cimeira extraordinária da União Europeia, na Estónia foi, sobretudo, uma discussão sobre as crises existentes, incluindo na região espanhola da Catalunha.

“Para mim só existe um único interlocutor em Espanha. Senta-se à mesa do Conselho Europeu e chama-se Mariano Rajoy”, disse o presidente francês, Emmanuel Macron, na conferência de imprensa final, sexta-feira.

“Sei que administra o melhor possível os assuntos de política interna espanhola, sobre os quais não tenho nem comentários nem conselhos a dar. Tenho confiança na determinação de Mariano Rajoy para defender os interesses de toda a Espanha, e a França está empenhado em manter a sua parceria com a Espanha”, acrescentou.

A saída do Reino Unidoda União também esteve na mesa, sobre a qual se pronunciou a chanceler alemã, Angela Merkel, acabada de ganhar as eleições, mas com um mandato mais fraco.

“Falámos sobre a primeira fase do Brexit, na qual ainda nos encontramos. Esta primeira fase diz respeito à fronteira da Irlanda do Norte, aos direitos do cidadão e a todos os aspectos financeiros. Em todos esses dossiês houve progressos”, garantiu a chanceler.

O enviado especial da euronews, Sandor Sziros acrescenta que “a cimeira de Tallin não será, provavelmente, recordada por se dedicar à economia digital como esperado, mas pelos esforços de Angela Merkel e Emmanuel Macron para tranquilizarem os Estados-membros de que, no futuro, o eixo franco-alemão continuará a desempenhar um importante papel na União Europeia”.