Última hora

Última hora

Emmanuel Macron admite que estamos a perder batalha

Em leitura:

Emmanuel Macron admite que estamos a perder batalha

Tamanho do texto Aa Aa

A França pretende liderar o processo de transição para uma economia verde e juntou esta terça-feira em Paris alguns dos principais líderes mundiais para traçar uma estratégia global amiga do ambiente. A cimeira juntou setor público e privado com promessas de compromissos de parte a parte mas sem medidas vinculativas. Apesar da vontade comum, Emmanuel Macron, está longe de estar otimista:

"Estamos a perder a batalha. Quem nos antecedeu teve sorte, podia dizer que não sabia e era verdade. Mas nós já sabemos há 20 anos e cada dia sabemos um pouco mais. Quando digo que estamos a perder a batalha, gostava que percebessem que atrás de mim estão vários chefes de Estado e daqui a 50, 60 ou 100 anos, 5, 10 ou 15 desses países já não estarão cá. É tão simples como isso."

A preocupação do presidente francês não é partilhada por todos os chefes de Estado e é bem conhecida a posição de Donald Trump. Ainda assim, o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, garante que Washington não está em sintonia com o resto do país.

"Quando ouvirem alguém comentar que os Estados Unidos abandonaram o Acordo de Paris, não prestem atenção. Os Estados Unidos não abandonaram o Acordo de Paris, o Donald Trump é que saiu."

Por muito que haja posições divergentes, nada muda o facto de estarmos todos no mesmo barco.... mas não deixa de ser um presságio preocupante que a embarcação escolhida em Paris tivesse o nome de "Miragem".