Última hora

Última hora

Mihajlovic oficializado como treinador do Sporting

Em leitura:

Mihajlovic oficializado como treinador do Sporting

Mihajlovic oficializado como treinador do Sporting
Tamanho do texto Aa Aa

O sérvio Sinisa Mihajlovic é o novo treinador do futebol do Sporting para as próximas três temporadas.

Com uma carreira de quase uma década nos bancos de suplentes, o antigo internacional sérvio tem nos 'leões' a sua primeira experiência fora do futebol italiano. O técnico, de 49 anos, vai ganhar cerca de quatro milhões de euros brutos por temporada e garantiu estar satisfeito por este novo desafio.

"Estou muito contente por ter agora uma experiência no estrangeiro, depois de tantos anos em Itália. Sobretudo em Portugal e no Sporting. Estou muito contente porque este éo país dos campeões da Europa. É um clube muito famoso, com uma história muito grande", afirmou, em declarações à Sporting TV.

O primeiro treinador estrangeiro na era Bruno de Carvalho não tem ainda qualquer título. As conquistas aconteceram ainda enquanto jogador ao serviço de clubes como o Estrela Vermelha, a Lázio ou o Inter. E foi como jogador que Mihajlovic começou a colecionar polémicas.

Dos insultos racistas a Patrick Vieira à admiração pelo marechal Tito e por Slobodan Milosevic, ou da amizade com Zeliko Raznatovic, antigo líder paramilitar sérvio acusado de crimes de guerra, e a relação próxima com as claques neofascistas da Lazio.

A última controvérsia foi já como treinador, depois de deixar o AC Milan, quando disse que "as mulheres não deviam falar sobre futebol", pois "não estariam preparadas para falar sobre isso".

O passado pode ser polémico, mas Mihajlovic vê com esperança o futuro no Sporting. "Queremos fazer melhor do que no ano passado", afiançou o técnico sérvio.

SInisa Mihajlovic chega num momento conturbado da vida do Sporting. Desde a invasão à Academia e as agressões a jogadores e a Jorge Jesus, no passado dia 15 de maio, já saiu o técnico português, bem como nove jogadores rescindiram unilateralmente o contrato.

Paralelamente, Bruno de Carvalho enfrenta no próximo sábado, dia 23, uma Assembleia Geral que vai decidir a sua continuidade ou destituição como presidente do Sporting.