EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Mihajlovic oficializado como treinador do Sporting

Mihajlovic oficializado como treinador do Sporting
Direitos de autor 
De  João Paulo Godinho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O treinador sérvio, que assinou por três épocas com os 'leões', é conhecido por algumas afirmações polémicas.

PUBLICIDADE

O sérvio Sinisa Mihajlovic é o novo treinador do futebol do Sporting para as próximas três temporadas.

Com uma carreira de quase uma década nos bancos de suplentes, o antigo internacional sérvio tem nos 'leões' a sua primeira experiência fora do futebol italiano. O técnico, de 49 anos, vai ganhar cerca de quatro milhões de euros brutos por temporada e garantiu estar satisfeito por este novo desafio.

"Estou muito contente por ter agora uma experiência no estrangeiro, depois de tantos anos em Itália. Sobretudo em Portugal e no Sporting. Estou muito contente porque este éo país dos campeões da Europa. É um clube muito famoso, com uma história muito grande", afirmou, em declarações à Sporting TV. 

O primeiro treinador estrangeiro na era Bruno de Carvalho não tem ainda qualquer título. As conquistas aconteceram ainda enquanto jogador ao serviço de clubes como o Estrela Vermelha, a Lázio ou o Inter. E foi como jogador que Mihajlovic começou a colecionar polémicas.

Dos insultos racistas a Patrick Vieira à admiração pelo marechal Tito e por Slobodan Milosevic, ou da amizade com Zeliko Raznatovic, antigo líder paramilitar sérvio acusado de crimes de guerra, e a relação próxima com as claques neofascistas da Lazio.

A última controvérsia foi já como treinador, depois de deixar o AC Milan, quando disse que "as mulheres não deviam falar sobre futebol", pois "não estariam preparadas para falar sobre isso".

O passado pode ser polémico, mas Mihajlovic vê com esperança o futuro no Sporting. "Queremos fazer melhor do que no ano passado", afiançou o técnico sérvio.

SInisa Mihajlovic chega num momento conturbado da vida do Sporting. Desde a invasão à Academia e as agressões a jogadores e a Jorge Jesus, no passado dia 15 de maio, já saiu o técnico português, bem como nove jogadores rescindiram unilateralmente o contrato.

Paralelamente, Bruno de Carvalho enfrenta no próximo sábado, dia 23, uma Assembleia Geral que vai decidir a sua continuidade ou destituição como presidente do Sporting.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Operação Pretoriano: Líder dos Super Dragões e dois funcionários do FC Porto detidos

Luis Rubiales vai a julgamento pelo beijo não consentido a Jenni Hermoso

Real Madrid é campeão antecipado da LaLiga