This content is not available in your region

Polícia brasileira detém dois alegados elementos da máfia italiana

Access to the comments Comentários
De  Pedro Sacadura  com Reuters
Polícia brasileira detém dois alegados elementos da máfia italiana

A operação "Barão Invisível" tornou visível o esquema usado por dois narcotraficantes suspeitos de atuar como braço da máfia italiana 'Ndrangheta na América do Sul.

Nicola Assisi, o "Fantasma da Calábria" conhecido como um dos maiores traficantes de cocaína do mundo, e o filho Patrick foram detidos em Paria Grande, no litoral de São Paulo.

Os dois homens constam da lista dos cem fugitivos mais perigosos de Itália. Viveram em Portugal e na Argentina antes de se estabelecerem no Brasil.

A casa que serviu de esconderijo para as operações no Brasil contava com um sofisticado dispositivo de videovigilância. A Polícia Federal brasileira encontrou ainda elevadas quantias de dinheiro em espécie, documentos falsos, armas e veículos.

A extradição para Itália pode acontecer nas próximas semanas.

De acordo com a polícia brasileira, a 'Ndrangheta, da região da Calábria, controla "cerca de 40% do transporte mundial de cocaína, sendo o principal importador de droga para a Europa."