This content is not available in your region

Quatro níveis de risco e "fins de semana grandes" confinados

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
Lisboa integra concelhos de risco muito elevado em Portugal
Lisboa integra concelhos de risco muito elevado em Portugal   -   Direitos de autor  AP Photo/ Armando França   -  

Portugal inicia esta terça-feira um novo período de Estado de emergência e este incluindo o confinamento de dois fins de semana grandes, devido à implacável pandemia de Covid-19.

Portugal é dividido em quatro níveis de risco. Os dois mais altos (muito elevado e extremamente elevado) são obviamente mais limitados pelas novas restrições.

Nos 65 concelhos de risco moderado (menos de 239 infeções por 100 mil habitantes) apenas é preciso cumprir as medidas de âmbito nacional, incluindo uso de mscara no local de trabalho, tolerância de ponto no setor público nas segundas-feiras de ponte, com apelo aos privados para dispensarem os funcionários no mesmo período, e a limitação de circulação entre concelhos durante a totalidade dos "fins de semanas grandes".

Para todos os concelhos com mais de 240 infeções por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (230, no total), é proibido circular na via pública entre as 23 horas e as 05 horas da manhã; o teletrabalho é obrigatório e vai ser fiscalizado, o comércio tem de fechar às 22 horas; restaurantes, espaços de cultura e desporto, às 22h30.

Nos concelhos de risco muito elevado (80) e extremamente elevado (47), onde se inclui Lisboa, Porto e Braga, é também proibido circular na via pública aos fins de semana e feriados entre a uma da tarde e as cinco da manhã e nas segundas-feiras de ponte o comércio tem de fechar às três da tarde.

O Santuário de Fátima, parte do Concelho de Ourém, zona de risco muito elevado, anunciou entretanto a manutenção das missas matinais nos fins de semanas e nos feriados de 1 e 8 de dezembro. Já a abertura do novo ano pastoral vai decorrer pela Internet.

Editor de vídeo • Francisco Marques