This content is not available in your region

Líderes europeus reagem às inundações na Europa Central

Access to the comments Comentários
De  euronews
Líderes europeus reagem às inundações na Europa Central
Direitos de autor  INA FASSBENDER/AFP or licensors   -  

Na Europa central prosseguem os esforços de emergência na sequências das cheias que atingiram vários estados no noroeste da Alemanha assim como a Bélgica, os Países Baixos e o Luxemburgo.

Os estragos materiais e perda de vidas foram particularmente graves no estado alemão da Renânia do Norte-Vestefália.

Num discurso, o governador do estado recordou as vítimas mortais.

"O nosso estado está a sofrer inundações de proporções históricas. Vamos reparar casas, reconstruir pontes e estradas mas as vidas perdidas nestas cheias são insubstituíveis", afirmou Armin Laschet, governador do estado da Renânia do Norte-Vestefália.

O presidente alemão sublinhou a necessidade de lutar contras as alterações climáticas a fim de evitar ocorrências extremas.

"Temos que agir com determinação na luta contra as alterações climáticas para podermos evitar ocorrências climáticas extremas como aquelas que estamos a atravessar", reforçou Frank-Walter Steinmeier, presidente da Alemanha. 

A presidente da comissão europeia, Ursula von der Leyen, falou esta sexta-feira à chegada a Dublin para um encontro com o chefe do executivo irlandês, Micheal Martin.

"Estes acontecimentos são horríveis, estas cheias que vemos na Alemanha, Países Baixos, Bélgica e Luxemburgo. A comissão já ativou mecanismos de apoio aos estados-membros para lidarem com este cenário difícil de catástrofe".

O noroeste da Alemanha foi a região mais afetada pelas chuvas intensas seguida da Bélgica onde se registaram pelo menos duas dezenas de mortos.