Macron e Le Pen correm atrás dos votos e tentam atrair eleitores da esquerda

Access to the comments Comentários
De  euronews
Macron e Le Pen correm tentam atrair eleitores
Macron e Le Pen correm tentam atrair eleitores   -   Direitos de autor  أ ف ب

No dia seguinte aos resultados da primeira volta das Presidenciais em França, Emmanuel Macron não esperou para se encontrar com os franceses, como em 2017.Principalmente porque foi criticado durante a campanha pelas poucas viagens. Macron partiu para Denain, no Norte de França, nesta segunda-feira, onde a candidata da extrema-direira, Marine **Le Pen, **tem fortes raízes.

Tenta atrair os votos dos eleitores, principalmente da esquerda. A medida é vista como estratégica para uma possível vitória no segundo turno, a 24 de abril, numa luta que promete ser apertada.

Marine Le Pen, por seu lado, voltou ao trabalho nesta segunda-feira de manhã, sem deixar margem ao adversário, a primeira deslocação foi uma visita aos agricultores de Yonne. 

Depois da qualificação da extrema-direita em 2002 e 2017, a líder do partido acredita que é desta vez. A questão da segunda volta gira em torno da transferência de votos. Principalmente os eleitores de Jean Luc Mélenchon - que têm a chave da segunda volta, pois podem votar no partido do Marine Le Pen, bloquear a extrema direita votando Macron, ou abster-se. O Reunião Nacional deve poder contar com os votos de 85% dos eleitores de Eric Zemmour, ou os dos apoiantes de Valérie Pécresse.