EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Macron e Le Pen correm atrás dos votos e tentam atrair eleitores da esquerda

Macron e Le Pen correm tentam atrair eleitores
Macron e Le Pen correm tentam atrair eleitores Direitos de autor أ ف ب
Direitos de autor أ ف ب
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A medida é vista como estratégica para uma possível vitória no segundo turno, a 24 de abril, numa luta que promete ser apertada.

PUBLICIDADE

No dia seguinte aos resultados da primeira volta das Presidenciais em França, Emmanuel Macron não esperou para se encontrar com os franceses, como em 2017.Principalmente porque foi criticado durante a campanha pelas poucas viagens. Macron partiu para Denain, no Norte de França, nesta segunda-feira, onde a candidata da extrema-direira, Marine **Le Pen, **tem fortes raízes.

Tenta atrair os votos dos eleitores, principalmente da esquerda. A medida é vista como estratégica para uma possível vitória no segundo turno, a 24 de abril, numa luta que promete ser apertada.

Marine Le Pen, por seu lado, voltou ao trabalho nesta segunda-feira de manhã, sem deixar margem ao adversário, a primeira deslocação foi uma visita aos agricultores de Yonne. 

Depois da qualificação da extrema-direita em 2002 e 2017, a líder do partido acredita que é desta vez. A questão da segunda volta gira em torno da transferência de votos. Principalmente os eleitores de Jean Luc Mélenchon - que têm a chave da segunda volta, pois podem votar no partido do Marine Le Pen, bloquear a extrema direita votando Macron, ou abster-se. O Reunião Nacional deve poder contar com os votos de 85% dos eleitores de Eric Zemmour, ou os dos apoiantes de Valérie Pécresse.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento francês aprova nova lei de imigração mais restritiva

Salvini diz que "Macron põe a Europa em perigo". Ventura pede votos para mudar a presidência da CE

Extrema-direita define estratégia para as eleições europeias em Portugal