Grécia acusa a Turquia de "empurrar" migrantes

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AFP
Grécia resgata migrantes do rio Evros
Grécia resgata migrantes do rio Evros   -   Direitos de autor  AP/PHOTO AVAILABLE TODAY

O ministro grego das Migrações acusou esta terça-feira a Turquia de forçar um grupo de migrantes a atravessar a fronteira para a Grécia e confirmou a morte de uma criança que pertencia a este grupo.

A polícia grega anunciou ontem que tinha descoberto 38 migrantes, na maioria sírios, que a ONU disse terem ficado retidos durante vários dias numa pequena ilha no rio Evros.

"Sob a ameaça de violência, forçaram-nos a dirigir-se para a Grécia", disse o ministro das Migrações enquanto visitava a região."Uma criança de cinco anos morreu em território turco, o que é lamentável", acrescentou Notis Mitarachi, revelando que as autoridades gregas vão pedir ajuda ao Comité Internacional da Cruz Vermelha para "encontrar o corpo da criança na pequena ilha turca, para que possa ser enterrada com dignidade pela sua família".

Várias ONG e meios de comunicação locais alertaram para a situação destes refugiados, que eram "vítimas de repulsão ilegal” e estavam encalhados num ilhéu no rio Evros, que marca a fronteira entre a Grécia e a Turquia

No sábado, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) apelou a uma "ação urgente" para os salvar.