This content is not available in your region

McDonald's não teve tratamento fiscal especial no Luxemburgo

Access to the comments Comentários
De  Isabel Marques da Silva
McDonald's não teve tratamento fiscal especial no Luxemburgo

A McDonald's não recebeu tratamento fiscal preferencial no Luxemburgo, anunciou, quarta-feira, a Comissão Europeia, concluindo uma investigação à cadeia de restaurantes de comida rápida.

O facto de alguns lucros não terem sido alvo de tributação não pode ser considerado uma ajuda do Estado ilegal porque está de acordo com a legislação tributária nacional e com o Tratado de Dupla Tributação entre o Luxemburgo e os Estados Unidos.

"A nossa investigação aprofundada demonstrou que o motivo da dupla não tributação, neste caso, é um desfasamento entre as leis fiscais do Luxemburgo e dos EUA, e não um tratamento especial por parte do Luxemburgo. Por conseguinte, o Luxemburgo não violou as regras da União Europeia em matéria de auxílios estatais", disse Margrethe Vestager, comissária europeia para a Concorrência, em conferência de imprensa, em Bruxelas.