Última hora

Última hora

A doce terceira idade

Em leitura:

A doce terceira idade

Tamanho do texto Aa Aa

Peter Cullen tem 70 anos e ainda gosta de gomas. Em 1998, juntamente com o filho Richard criou esta pequena empresa de gomas feitas a 100% com sabores naturais: “Exportamos 97% do que produzimos para cinquenta países em todo o mundo:.América do Norte, Reino Unido, Ásia e Médio Oriente… Mesmo para países tão distantes como a Austrália”, diz Cullen.

Hoje, a empresa emprega 70 pessoas e tem um volume de negócios anual de 16 milhões de euros. Planeiam contratar mais 15 pessoas e estimam que o volume de negócios chegue aos 20 milhões de euros até 2016.

Peter Cullen tornou-se um mentor e um exemplo para outros empresários atraídos pelo projeto Sénior Enterprise: “Reunimo-nos com a nossa equipa, pelo menos duas vezes por ano. E partilhamos toda a informação relevante com todos os nossos funcionários, como a informação financeira da empresa, novos mercados que estamos a trabalhar e os novos produtos que estão prestes a ser desenvolvidos. Envolvemo-los com a equipa, na gestão do negócio”, acrescenta.

O projeto ganhou o Prémio Europeu de Promoção Empresarial em 2013. Empreendedores com mais de 50 anos têm um papel importante a desempenhar na criação de novas empresas.

Para John Byrne, Diretor do Senior Enterprise: “Ter mais de 50 anos, hoje em dia, é uma nova etapa no estilo de vida. Na qual as pessoas percebem que têm tempo, saúde, experiência e contactos para começar algo novo na casa dos cinquenta.”

Com dias de formação e reuniões com mentores como Peter e outros empreendedores, o projeto Senior Enterprise ajuda a desenvolver contatos e a conseguir todos os elementos fundamentais para o sucesso. Os números falam por si.

John Byrne adianta ainda que: “em mais de 4 anos, o projeto Senior Enterprise ajudou a criar mais de 1000 empresas individuais em Portugal, França e no Reino Unido”.

Na opinião de Peter Cullen: “as chaves para o sucesso nos negócios são: acreditar no projeto, ter uma boa situação financeira e ter excelentes pessoas dentro da empresa com quem trabalhar.”