Última hora

Última hora

"Europe Weekly": Caso John Dalli, Juncker e migração em destaque

Em leitura:

"Europe Weekly": Caso John Dalli, Juncker e migração em destaque

Tamanho do texto Aa Aa

Em mais uma edição do “Europe Weekly” passamos em revista os assuntos que marcaram a agenda europeia da semana.

Destaque para a audiência no Tribunal de Justiça da União Europeia. Pela primeira vez um presidente da Comissão foi convocado. A deslocação foi naturalmente acompanhada com especial interesse no microcosmos europeu.

A justiça avalia as condições da polémica demissão de John Dalli, o antigo comissário europeu para a Saúde e Defesa do Consumidor, num dossier que parece ter-se transformado gradualmente num acerto de contas.

Para compreender melhor os contornos do caso já apelidado de “Dalligate” conversámos com Olivier Hoedeman. É um dos fundadores do não-governamental Observatório Corporativo Europeu, em nome de maior transparência no seio das instituições europeias.

Jean-Claude Juncker nunca esteve tão perto de conquistar o lugar da Presidência da Comissão Europeia. Escolhido, em março, para ser o candidato do centro-direita, desde então mantém uma intensa campanha. Antes das eleições europeias foi junto dos eleitores. Depois disso teve de convencer os chefes de Estado e de Governo.

A palavra final cabe agora ao Parlamento Europeu que terá de dizer se aceita esta nomeação. Um processo que implica naturalmente algumas cedências por parte de Juncker.

De acordo com a Amnistia Internacional nos últimos 15 anos, mais de 20 mil migrantes morreram sem conseguir chegar à Europa. Por outro lado, muitos dos que conseguiram, vivem em condições de miséria. Um fotógrafo congelou esses momentos em imagens. A reportagem da jornalista Efi Koutsokosta.

A agenda europeia dos próximos dias:

Na segunda-feira arranca a sexta ronda de negociações entre Bruxelas e os Estados Unidos sobre o acordo de livre comércio.

Terça-feira, a nomeação de Jean-Claude Juncker para a presidência da Comissão Europeia será submetida à votação dos eurodeputados.

Na quarta-feira, os dirigentes europeus reúnem-se para repartir os outros cargos de destaque nas instituições.