This content is not available in your region

Vistos de proteção temporária regressam à Austrália

Access to the comments Comentários
De  Lurdes Duro Pereira  com AFP, EFE, Reuters
Vistos de proteção temporária regressam à Austrália

<p>Desencorajar a entrada de imigrantes ilegais na Austrália. É o objetivo do Governo conservador que reintroduziu os vistos de proteção temporária. </p> <p>Em termos práticos, as emendas à lei da imigração aprovadas pela câmara baixa do Parlamento permitem que os refugiados fiquem no país por um período máximo de cinco anos, mas impedem que se instalem permanentemente.</p> <p>A deputada Sarah Hanson-Young dos Verdes acusa o governo de utilizar as crianças “como reféns” para negociar a lei. </p> <p>Em causa está o acordo negociado com os deputados independentes que em troca do voto, pediam a libertação de crianças que se encontravam num centro de detenção nas Ilhas Christmas.</p> <p>Polémicas à parte, o ministro da Imigração australiano, Scott Morrison, considera que o Parlamento enviou uma forte mensagem aos traficantes de que a Austrália está determinada em reforçar a defesa das fronteiras.</p> <p>Alterações à lei já criticadas pelos grupos de defesa dos direitos humanos que, de acordo com o executivo, vão travar a entrada de cerca de 50 mil imigrantes no país.</p>