This content is not available in your region

ELEIÇÕES NA TURQUIA: Partido do presidente Erdogan perde maioria e vê pró-curdos do HDP entrar no parlamento

Access to the comments Comentários
De  Euronews
ELEIÇÕES NA TURQUIA: Partido do presidente Erdogan perde maioria e vê pró-curdos do HDP entrar no parlamento

<p><h3> Percentagem de votos por partido (com base nos últimos resultados) </h3> <script id="infogram_0_turkish_elections" src="//e.infogr.am/js/embed.js?9fj" type="text/javascript"></script></p> <img src="http://images.scribblelive.com/2015/6/7/2ad02b13-9621-4ae2-a24d-d04b7b2ac43f.jpg"> <p>O partido do Presidente e ex-primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdogan foi o mais votado mas acabou por sofrer uma pesada derrota: vai governar sem uma maioria absoluta pela primeira vez desde 2002. O <span class="caps">AKP</span>, o Partido da Justiça e Desenvolvimento conquistou 40,8% dos votos e 258 deputados. Ou seja, não atinge o mínimo de 276 assentos necessários para uma maioria absoluta.</p> <div align="center"><img src="http://images.scribblelive.com/2015/6/7/f864629d-6459-41a5-90f9-134d46eb4bf1.jpg"></div> <p>Estes resultados são um “cartão amarelo” para o governo mas são sobretudo um “cartão vermelho” Erdogan. O Presidente turco quer alterar a constituição e concentrar mais poderes no cargo de Presidente. Mas para contretizar este objetivo era necessário o <span class="caps">AKP</span> tivesse uma maioria confortável na Assembleia Nacional. Em coligação, o objetivo será muito difícil de alcançar.o Parlamento. Nas últimas eleições, em 2011, o <span class="caps">AKP</span> tinha obtido 49% dos votos (326 deputados).</p> <img src="http://images.scribblelive.com/2015/6/7/6550ed4b-03a1-49c3-9cd3-d37bb3910976.jpg"> <p><strong>Resultado histórico do <span class="caps">HDP</span> que garante entrada na Assembleia</strong></p> <p>O recém-criado <span class="caps">HDP</span> (Partido Democrático do Povo) ultrapassou fasquia mínima de 10% dos votos exigida pela Constituição turca para entrar na Assembleia Nacional. O partido pró-curdo garante cerca de 13% e 79 deputados. Esta é a primeira vez que o <span class="caps">HDP</span> entra no parlamento enquanto partido. Em 2011 tinha conseguido apenas 36 independentes. </p> <p>Segahattin Demirtas, um dos dois líderes do <span class="caps">HDP</span> disse, depois de conhecer os resultados que “esta é uma vitória dos que querem uma Constituição pluralista e uma solução pacífica para o assunto curdo”.</p> <h3> Número de deputados (com base nos últimos resultados divulgados) </h3> <script id="infogram_0_turkish_elections2" src="//e.infogr.am/js/embed.js?8uq" type="text/javascript"></script> <p>Sem maioria absoluta, <span class="caps">AKP</span> vai tentar coligar-se com o Partido Movimento Nacionalista, que surge com 16,4% dos votos e 82 deputados. O Partido Republicano do Povo (<span class="caps">CHP</span>), o tradicional partido da oposição e o segundo classificado destas eleições obteve 25% do voto e 132 deputados. Um resultado não muito diferente do conquistado em 2011. </p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt" align="center"><p lang="en" dir="ltr">Voters in Turkey gave clear messages to political parties and also presented them a complex puzzle to solve.</p>— Bora Bayraktar (@Bora_Bayraktar) <a href="https://twitter.com/Bora_Bayraktar/status/607671820435791872">7 junho 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p><strong>Veja no live blog da euronews como decorreu a noite eleitoral na Turquia.</strong></p> <iframe src="//embed.scribblelive.com/Embed/v7.aspx?Id=1285149&ThemeId=19970" width="600" height="1000" frameborder="0"></iframe>