Última hora

Última hora

Atingido por notas falsas de dólar Blatter revela troca da FIFA pelo jornalismo

Foi com um banho de notas de dólar falsas, num alegado protesto anticorrupção protagonizado pelo humorista britânico Lee Nelson, que ficou marcada

Em leitura:

Atingido por notas falsas de dólar Blatter revela troca da FIFA pelo jornalismo

Tamanho do texto Aa Aa

Foi com um banho de notas de dólar falsas, num alegado protesto anticorrupção protagonizado pelo humorista britânico Lee Nelson, que ficou marcada esta segunda-feira a conferência de imprensa de Sepp Blatter.

Após um adiamento de dez minutos para limpar o palco, o ainda presidente da FIFA anunciou finalmente as novidades: Já há data para eleger um novo líder do futebol mundial. “A 26 de fevereiro a FIFA vai ter um novo presidente e eu acho que vou voltar ao meu antigo trabalho, que era um pouco o meu passatempo, vou voltar a ser jornalista”, revelou Blatter.

O suíço revelou ainda a criação de uma comissão que vai trabalhar sobre as reformas do organismo que superintende o futebol mundial. “Decidimos criar uma equipa de trabalho11 pessoas: 10 ‘jogadores’ e um ‘treinador’, mas um ‘treinador-jogador’. Esta pessoa vai ser uma personalidade independente. Vamos decidir em conjunto com os presidentes das Confederações quem vai ser esta personalidade a liderar a equipa que vai trabalhar nas reformas do organismo”, explicou.

Um escândalo de corrupção no final de maio motivou um “tsunami” na FIFA. Blatter ainda foi reeleito dois dias depois, a 28 de maio, mas acabou por colocar o lugar a disposição a 2 de junho. Na corrida à sucessão, estão já confirmados o brasileiro Zico e o liberiano Musa Bility. O francês Michel Platini, atual presidente da UEFA, pode avançar nos próximos dias.