Última hora

Última hora

Netanyahu enfrenta pressão de extrema-direita

Inúmeros israelitas de extrema-direita manifestaram-se esta noite em frente à residência oficial do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu para exigir

Em leitura:

Netanyahu enfrenta pressão de extrema-direita

Tamanho do texto Aa Aa

Inúmeros israelitas de extrema-direita manifestaram-se esta noite em frente à residência oficial do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu para exigir uma resposta mais dura aos ataques palestinianos e ao assassinato de israelitas em Jerusalém e na Cisjordânia.

Entretanto, já depois das autoridades hebraicas terem anunciado a detenção de cinco alegados membros do Hamas, suspeitos do assassinato de um casal de colonos, o governo de Netanyahu anunciou medidas de repressão mais sérias contra os palestinianos que realizem distúrbios.

Também esta segunda-feira morreram dois palestinianos, incluindo um rapaz de 13 anos, baleado no peito na Cisjordânia. O exército hebraico afirmou desconhecer qualquer incidente.

Várias cidades israelitas – Nazaré, Haifa, e Kfar Kana – foram palco de protestos por parte de cidadãos árabes de Israel que exigem o fim da ocupação dos territórios palestinianos.

Registaram-se confrontos em Jerusalém e também em cidades de Cisjordânia.

A região tem assistido a um espiral de violência e tensão que provocaram mortos e feridos dos dois lados. Há o receio de uma escalada da violência.