Última hora

Em leitura:

Israel: Netanyahu promete punir responsáveis de tiroteio em Telavive

mundo

Israel: Netanyahu promete punir responsáveis de tiroteio em Telavive

Publicidade

Quatro pessoas perderam a vida e outras seis foram feridas num tiroteio num bairro movimentado de restaurantes e lojas em Telavive, próximo do Ministério da Defesa de Israel.

Segundo o chefe da polícia israelita, o ataque foi perpetrado por dois palestinianos provenientes de Hebron, na Cisjordânia.

Um dos atacantes foi detido e o outro foi alvejado e transportado num estado grave para um hospital.

No local do ataque, o primeiro-ministro israelita afirmou que “uma tragédia maior foi evitada devido às ações dos cidadãos e das forças de segurança”. Benjamin Netanyahu acrescentou que “serão tomados os passos necessários para punir os atacantes e defender os que precisam de ser defendidos”.

Aliados históricos de Israel, os Estados Unidos condenaram o ataque no bairro de Sarona, que classificaram de “terrorista”. O presidente francês, François Hollande, bem como o enviado especial da ONU ao Médio Oriente, Nickolay Mladenov, também condenaram o ataque.

Telavive tinha sido palco de uma ação semelhante no dia 1 de janeiro, quando um árabe israelita abriu fogo numa zona de esplanadas, fazendo três mortos e vários feridos, acabando por ser abatido depois de uma semana em fuga.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte