EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Israel: Netanyahu promete punir responsáveis de tiroteio em Telavive

Israel: Netanyahu promete punir responsáveis de tiroteio em Telavive
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Quatro pessoas perderam a vida e outras seis foram feridas num tiroteio num bairro movimentado de restaurantes e lojas em Telavive, próximo do Ministério da Defesa de…

PUBLICIDADE

Quatro pessoas perderam a vida e outras seis foram feridas num tiroteio num bairro movimentado de restaurantes e lojas em Telavive, próximo do Ministério da Defesa de Israel.

Segundo o chefe da polícia israelita, o ataque foi perpetrado por dois palestinianos provenientes de Hebron, na Cisjordânia.

Um dos atacantes foi detido e o outro foi alvejado e transportado num estado grave para um hospital.

No local do ataque, o primeiro-ministro israelita afirmou que “uma tragédia maior foi evitada devido às ações dos cidadãos e das forças de segurança”. Benjamin Netanyahu acrescentou que “serão tomados os passos necessários para punir os atacantes e defender os que precisam de ser defendidos”.

Aliados históricos de Israel, os Estados Unidos condenaram o ataque no bairro de Sarona, que classificaram de “terrorista”. O presidente francês, François Hollande, bem como o enviado especial da ONU ao Médio Oriente, Nickolay Mladenov, também condenaram o ataque.

Telavive tinha sido palco de uma ação semelhante no dia 1 de janeiro, quando um árabe israelita abriu fogo numa zona de esplanadas, fazendo três mortos e vários feridos, acabando por ser abatido depois de uma semana em fuga.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Israel: quatro mortos em tiroteio em Telavive cometido por dois palestinianos

Israel: aumenta a tensão entre ministro da defesa e Netanyahu

Manifestações em Israel exigem eleições antecipadas e libertação dos reféns