Última hora

Em leitura:

Euro 2016: Génio de Payet acaba com sofrimento francês ao cair do pano

the corner

Euro 2016: Génio de Payet acaba com sofrimento francês ao cair do pano

Publicidade
  • França 2-1 Roménia
  • Giroud e Payet marcaram para os franceses, Stancu para os romenos
  • Dimitri Payet brilhou com um golo e uma assistência
  • Golo da vitória surgiu ao cair do pano

Génio de Payet fez a diferença

A França entrou a vencer no Euro 2016 mas precisou de um momento de inspiração de Dimitri Payet já no último suspiro do encontro. O atacante do West Ham foi aposta de Didier Deschamps no onze e justificou perfeitamente a titularidade, foi o melhor jogador em campo com um golo e uma assistência.

Todos os lances de perigo da equipa gaulesa passaram pelos seus pés e se no primeiro tempo, Antoine Griezmann esteve demasiado perdulário, após o descanso Olivier Giroud não perdoou e marcou o primeiro golo do torneio. Estavam decorridos 57 minutos de jogo.

A festa alastrou pelas bancadas do Stade de France mas durou apenas oito minutos. Nicolae Stanciu foi carregado dentro da área, Bogdan Stancu não perdoou da marca de penálti.

Os gauleses lançaram-se novamente no ataque em busca do golo da vitória mas com o coração a sobrepor-se à cabeça. O talento ofensivo era muito, as dificuldades em criar oportunidades também. Só que quando se junta o coração e o talento, por vezes surgem lances de génio.

O protagonista só podia ser Dimitri Payet, que deu o triunfo aos gauleses com um disparo indefensável de fora da área aos 89 minutos.

O calcanhar de Aquiles francês

A França sofreu a bom sofrer para conquistar os três pontos mas nem por isso deixa de ser uma das principais favoritas à vitória no Euro 2016. Apesar das dificuldades, o enorme arsenal de talento que Didier Deschamps tem à sua disposição na linha ofensiva pode resolver qualquer encontro. Não será por aí que a França não irá atingir os seus objetivos.

Ao invés, as dificuldades da linha mais recuada foram evidentes. Adil Rami e Laurent Koscielny foram os titulares no eixo da defesa e apesar dos atacantes romenos estarem longe de ser estrelas no futebol mundial, deixaram-se ultrapassar por várias vezes. Com um pouco mais de qualidade no ataque, a Roménia poderia perfeitamente ter vencido em Paris.

Longe vão os tempos em que a Roménia encantava os adeptos do futebol, com jogadores como Gheorghe Hagi, Adrian Mutu ou Florin Răducioiu. Nos dias que correm, a fantasia deu lugar ao trabalho. Não chegou contra a França, mas pode muito bem chegar para garantir um lugar na fase seguinte.

Três lições a reter:

  • Não há jogos ganhos à partida
  • A carreira de Payet não reflete o seu talento
  • Defesa francesa não está ao nível do resto da equipa

Através das redes sociais




Estrela do dia

Dimitri Payet foi o melhor jogador em campo. Criou os melhores lances de ataque franceses com pés de veludo e ainda arregassou as mangas para assinar o golo da vitória.




O programa de sábado

As atenções este sábado estarão divididas entre Lens, Bordéus e Marselha. O primeiro encontro terá lugar entre Suiça e Albânia, às 14h de Lisboa. Três horas depois, jogam dois estreantes, País de Gales e Eslováquia, em Bordéus. O prato forte está reservado para as 20h, em Marselha, com o duelo entre Inglaterra e Rússia.


O dia em fotos

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte