Última hora

Última hora

Frio mata dezenas de pessoas na Europa

A massa de ar polar proveniente da Escandinávia terá provocado a morte a pelo menos 80 pessoas, a maioria das vítimas, cerca de 30, foi registada na Polónia onde em algumas regiões os termómetros ch

Em leitura:

Frio mata dezenas de pessoas na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A massa de ar polar proveniente da Escandinávia terá provocado a morte a pelo menos 80 pessoas, a maioria das vítimas, cerca de 30, foi registada na Polónia onde em algumas regiões os termómetros chegaram aos 20°C negativos.

A organização Médicos Sem Fronteiras emitiu um alerta sobre o grave risco de hipotermia a que estão expostos milhares de refugiados nas ilhas gregas e nos países dos Balcãs onde 15 pessoas faleceram durante devido ao frio.

Em Itália, onde o Papa pediu que os abrigos fossem mantidos abertos 24 horas, o frio intenso fez pelo menos oito vítimas e também seis na República Tcheca, seis na Bulgária,

Há ainda vítimas a registar na Albânia, oito pessoas nos últimos 5 dias. Pela primeira vez em mais de um quarto de século a neve caiu nas cidades do sul do país.

A mesma situação na Croácia. No sul da Península, em cidades costeiras como Dubrovnik, um manto de 10 centímetros de neve cobre a paisagem e paralisa o tráfego e a atividade económica.

Do outro lado da mancha, são as chuvas e ventos fortes previstos para hoje que preocupam. Os meteorologistas prevêem chuvas e tempestades de neve frequentes na Escócia, Irlanda do Norte e norte da Inglaterra. No Aeroporto de Heathrow de Londres dezenas de voos foram cancelados face a esta previsão