This content is not available in your region

Viagem espacial de custos reduzidos e recorde à vista na ISS

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
Viagem espacial de custos reduzidos e recorde à vista na ISS

<p>Eram 08:13 horas, em Lisboa, 13:13, no Cazaquistão, quando o novo foguetão russo Soyuz-FG foi lançado do cosmódromo de Baikunor, transportando a nave espacial Soyuz MS-04 rumo à Estação Espacial Internacional (<span class="caps">ISS</span>). </p> <p>A bordo, pela primeira vez em mais de 10 anos, seguiam apenas dois astronautas e, não os habituais três, devido a uma redução de custos decidida pela Roscosmos. A agência espacial russa é a responsável por estas viagens espaciais e pretende cortar nas despesas até ao planeado lançamento para a <span class="caps">ISS</span> de um módulo de laboratório multiuso.</p> <blockquote class="twitter-video" data-lang="pt" align="center"><p lang="en" dir="ltr">The Soyuz MS-04 rocket lifts off carrying <a href="https://twitter.com/Astro2fish"><code>Astro2Fish</a> and Fyodor Yurchikhin to station for 4-1/2 month mission. <a href="https://t.co/qpyi2LM11l">https://t.co/qpyi2LM11l</a> <a href="https://t.co/NCNhbqE2w8">pic.twitter.com/NCNhbqE2w8</a></p>&mdash; Intl. Space Station (</code>Space_Station) <a href="https://twitter.com/Space_Station/status/854957088589492224">20 de abril de 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>O veterano astronauta russo Fyodor Yurchikinn e o estreante norte-americano Jack Fischer vão integrar a missão 51, ao lado de Peggy Whitson, prestes a tornar-se no norte-americano com mais tempo acumulado de estadia no espaço, para já, na posse de Jeff Williams, com 534 dias, 2 horas e 48 minutos.</p> <p>A atual comandante da <span class="caps">ISS</span> vai ultrapassar a fasquia dos 534 dias a 24 de abril, dia em que está planeado receber uma importante ligação. <a href="https://www.nasa.gov/press-release/president-trump-makes-special-long-distance-call-to-record-breaking-american-astronaut">De acordo com a agência espacial norte-americana</a> (<span class="caps">NASA</span>), Donald Trump, a filha Ivanka e a astronauta norte-americana Kate Rubins vão participar numa chamada telefónica de 20 minutos, desde a Sala Oval da Casa Branca, para congratular Peggy Whitson pelo recorde.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt" align="center"><p lang="en" dir="ltr">I’ll be working aboard the <a href="https://twitter.com/Space_Station"><code>Space_Station</a> longer than expected! This is where I make the greatest contribution so I&#39;m looking forward to it. <a href="https://t.co/3ejGpnH6qE">pic.twitter.com/3ejGpnH6qE</a></p>&mdash; Peggy Whitson (</code>AstroPeggy) <a href="https://twitter.com/AstroPeggy/status/849741104278773760">5 de abril de 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Após ter aceite prolongar a estadia na <span class="caps">ISS</span> para lá de julho, no dia previsto para o regresso, 2 de setembro, a astronauta norte-americana, já detentora do recorde para a mulher mais velha a viajar para o espaço (fez 57 anos em fevereiro) irá somar 666 dias acumulados no espaço ao longo de três missões, a primeira em 2002.</p> <p>O recorde absoluto de tempo acumulado no espaço pertence ao russo Gennady Padalka, com 879 dias.</p> <p>Em comunicado, a <span class="caps">NASA</span> sublinha ainda que Whitson é a primeira mulher a comandar a Estação Espacial duas vezes e também a detentora do recorde da mulher astronauta com mais passeios espaciais no exterior da <span class="caps">ISS</span>.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt" align="center"><p lang="en" dir="ltr">.<a href="https://twitter.com/AstroPeggy"><code>AstroPeggy</a> will receive a special congrats call Monday from <a href="https://twitter.com/POTUS"></code>POTUS</a> on her record-breaking stay on <a href="https://twitter.com/Space_Station"><code>Space_Station</a>: <a href="https://t.co/L0RPKqg5Q7">https://t.co/L0RPKqg5Q7</a> <a href="https://t.co/kphSoQkc5t">pic.twitter.com/kphSoQkc5t</a></p>&mdash; NASA (</code>NASA) <a href="https://twitter.com/NASA/status/854739991951486977">19 de abril de 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <h3>Mantimentos no lugar deixado vago</h3> <p>Yurchikinn e Fischer vão, entretanto, partilhar a estadia na <span class="caps">ISS</span> ainda com o também russo Oleg Novitskiy e o francês Thomas Pesquet, mas os até aqui companheiros de Peggy Whitson na missão 50 têm regresso à Terra marcado para julho.</p> <blockquote class="twitter-video" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">And just like that, the duo leaves the confines of gravity and enters space! Follow their journey to <a href="https://twitter.com/Space_Station"><code>Space_Station</a>: <a href="https://t.co/mzKW5uDsTi">https://t.co/mzKW5uDsTi</a> <a href="https://t.co/R8XdSAoT1x">pic.twitter.com/R8XdSAoT1x</a></p>&mdash; NASA (</code>NASA) <a href="https://twitter.com/NASA/status/854959161972473856">20 de abril de 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Quanto ao lugar deixado vago pela política de redução de custos da Roscosmos, foi ocupado por mantimentos para a <span class="caps">ISS</span>. A decisão tem por objetivo reduzir a tripulação russa na <span class="caps">ISS</span> e, por conseguinte, reduzir também os voos não tripulados Progress de reabestecimento da estaçõ.</p> <p>Meios de comunicação russos noticiaram que a Roscosmos planeia gastar 3,8 mil milhões de euros com a manutenção da estação espacial entre 2016 e 2025, o que representa um pouco mais do que os 3,4 mil milhões de euros investidos só em 2016 pela <span class="caps">NASA</span> no transporte e nas operações na <span class="caps">ISS</span>.</p>