Última hora

Última hora

ONU acusa RDC de armar milícia responsável por crimes étnicos

O Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos acusou as autoridades da República Democrática do Congo de armarem a milícia Bana Mura.

Em leitura:

ONU acusa RDC de armar milícia responsável por crimes étnicos

Tamanho do texto Aa Aa

O Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos acusou as autoridades da República Democrática do Congo de armarem a milícia Bana Mura, responsável por “ataques horríveis” com motivações étnicas contra civis na região de Kasai, no centro do país.

Zeid Ra’ad Al Hussein pediu a abertura de uma investigação internacional:

“As vítimas também relataram que membros de unidades locais do Exército e da polícia congolesa, bem como chefes tribais, têm acompanhado alguns dos ataques da Bana Mura. Quarenta e duas valas comuns foram contabilizadas pelo gabinete conjunto dos Direitos Humanos em Kasai e pode haver mais. Vários refugiados disseram aos meus funcionários que foram forçados a enterrar vítimas noutras valas comuns.”

Segundo os representantes da Igreja Católica no país, a escalada da violência na província de Kasai fez mais de 3300 mortos desde agosto do ano passado.

Uma vaga de violência que já terá levado 30.000 congoleses a fugirem para Angola, de acordo com números avançados por Luanda.