Última hora

Última hora

"Papéis do Panamá": eurodeputados pedem mais legislação

Em leitura:

"Papéis do Panamá": eurodeputados pedem mais legislação

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia deverá criar legislação para melhor combater a evasão fiscal e o branqueamento de capitais nos Estados-membros.

É isso que pede a comissão de inquérito do Parlamento Europeu sobre o chamado escândalo dos “Papéis do Panamá”.

“Acredito que, dois anos após ter surgido este caso, alguns governos investigarão mais intensamente estas questões. O problema de base é que muitas atividades que constam dos chamados “Papéis do Panamá” não são ilegais”, disse György Schöpflin, eurodeputado húngaro de centro-direita.

Depois de 18 meses de investigação, a comissão apresentou o relatório final na semana em que foi assassinada uma jornalista que fazia parte do grupo que revelou o escândalo.

“Conseguimos perceber o tipo de operações feitas, nomeadamente, em alguns países em particular. É o caso de Malta, onde, esta semana, uma jornalista foi assassinada porque estava a investigar crimes relacionados os “Papéis do Panamá”, realçou Nuno Melo, eurodeputado português de centro-direita.

No relatório é, também, pedida legislação que proteja os denunciantes destes casos.