Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Papéis do Panamá": eurodeputados pedem mais legislação

"Papéis do Panamá": eurodeputados pedem mais legislação
Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia deverá criar legislação para melhor combater a evasão fiscal e o branqueamento de capitais nos Estados-membros.

É isso que pede a comissão de inquérito do Parlamento Europeu sobre o chamado escândalo dos “Papéis do Panamá”.

“Acredito que, dois anos após ter surgido este caso, alguns governos investigarão mais intensamente estas questões. O problema de base é que muitas atividades que constam dos chamados “Papéis do Panamá” não são ilegais”, disse György Schöpflin, eurodeputado húngaro de centro-direita.

Depois de 18 meses de investigação, a comissão apresentou o relatório final na semana em que foi assassinada uma jornalista que fazia parte do grupo que revelou o escândalo.

“Conseguimos perceber o tipo de operações feitas, nomeadamente, em alguns países em particular. É o caso de Malta, onde, esta semana, uma jornalista foi assassinada porque estava a investigar crimes relacionados os “Papéis do Panamá”, realçou Nuno Melo, eurodeputado português de centro-direita.

No relatório é, também, pedida legislação que proteja os denunciantes destes casos.