This content is not available in your region

Quotas migratórias não convencem República Checa nem Eslováquia

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira
Quotas migratórias não convencem República Checa nem Eslováquia

O primeiro-ministro da República checa está em Bratislava na primeira deslocação oficial ao estrangeiro desde que assumiu a chefia do governo e quando se celebram os 50 anos sobre a Primavera de Praga e o 100º aniversário desde a fundação da antiga Checoslováquia. Estas questões foram abordadas entre os dois governantes mas a das quotas de migração também não ficou de fora:

"Quotas obrigatórias não fazem sentido, dividem a Europa e não são um passo na boa direção. Nós concordamos sobre isso", afirmou Babis.

Andrej Babis e seu homólogo eslovaco, Robert Fico, concordaram ainda no facto de que a divisão pacífica da antiga Checoslováquia poder ser um exemplo para outras nações, como Espanha no que diz respeito à questão independentista da Catalunha.