Peritos dizem que "pandemia podia ter sido evitada"

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa  com Lusa
Peritos dizem que "pandemia podia ter sido evitada"
Direitos de autor  Matt Slocum/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

A pandemia de Covid-19 podia ter sido evitada. Essa é, pelo menos, a conclusão do Painel Independente de peritos mandato pela Organização Mundial de Saúde.

Num relatório publicado esta quarta-feira, os especialistas indicam que a OMS demorou demasiado tempo a soar o alerta e afirmam que a crise sanitária não teria custado milhões de vidas se os líderes mundiais tivessem reagido mais rapidamente.

Michel Kazatchkine, membro do Painel Independente para Preparação e Resposta à Pandemia (IPPPR):"É claro que houve atrasos e hesitações na China e na OMS, parte dos quais devidos aos pesados procedimentos burocráticos daquilo a que chamamos o regulamento sanitário internacional."

A catástrofe custou, até ao momento, a vida a 3,3 milhões de pessoas e provocou uma crise económica mundial.

Para o futuro, o Painel recomenda que a OMS tenha um melhor financiamento e mais independência para atuar e "acesso garantido" a os países para investigar livremente eventuais surtos epidémicos.

Ellen Johnson Sirleaf, economista, ex-presidente da Libéria e Nobel da Paz (e membro do painel):"É uma consequência direta da falta de poder e financiamento da OMS por parte dos Estados-membros. Propomos que seja garantida a independência financeira e política da OMS e que a maioria dos fundos seja deslocada para ajudar as contribuições, eliminando as verbas reservadas e limitando os funcionários mais graduados, como o director-geral, a um único mandato."

O Painel recomenda ainda que os países ricos - onde as campanhas de imunização estão bastante avançadas - contribuam, até ao início de setembro, com mil milhões de doses de vacinas para a iniciativa Covax da ONU, para distribuição pelos países de fracos rendimentos.